Noite de posse na Academia Mineira de Direito Militar

27/08/2013 20h07 - Atualizado em 27/08/13 20h07

Posse AMDM01

 

     A noite de 26 de agosto (segunda-feira) foi marcada pela sessão solene de posse do novo presidente da Academia Mineira de Direito Militar (AMDM) e da nova diretoria, eleitos para o biênio 2013-2015, bem como pela posse de novos acadêmicos, realizada no auditório da sede da Justiça Militar de Minas Gerais.

     A AMDM, cognominada “Casa de Tancredo Neves”, em homenagem ao grande governador de Minas Gerais que, durante seu Governo, muito prestigiou a Justiça Militar de Minas Gerais, foi idealizada pelo ex-presidente do Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais (TJMMG), acadêmico juiz Cel PM Paulo Duarte Pereira, e fundada em 16 de março de 2004, para maior divulgação do Direito Militar.

     Composta por 40 cadeiras, Tancredo Neves foi eleito o patrono da Academia. Além do estadista, a AMDM ainda conta com ilustres personalidades como patronos, tais como Juscelino Kubitschek, Joaquim José da Silva Xavier, Luiz Alves de Lima e Silva, Milton Soares Campos, além de outras tantas personalidades.

     O então presidente da AMDM, acadêmico juiz Décio de Carvalho Mitre, transmitiu o cargo de presidente da Academia ao acadêmico juiz Fernando José Armando Ribeiro, vice-presidente do TJMMG.

     O novo presidente é mestre e doutor em Direito pela UFMG e pós-doutor pela Universidade da Califórnia, em Berkeley, EUA. Professor dos cursos de bacharelado, mestrado e doutorado da Faculdade Mineira de Direito da Puc-Minas.

     A nova diretoria empossada é composta pelos seguintes acadêmicos:

     1º Vice-presidente – acadêmico juiz Cel PM Paulo Duarte Pereira;
     2º Vice-presidente – acadêmico juiz Fernando Antonio Nogueira Galvão da Rocha;
     Secretário-geral – acadêmico juiz Décio de Carvalho Mitre;
     1º Secretário – acadêmica defensora pública Silvana de Lourenço Lobo;
     Tesoureiro-geral – acadêmico procurador de Justiça Epaminondas Fulgêncio Neto;
     1º Tesoureiro – acadêmico juiz André de Mourão Motta;
     Bibliotecário – acadêmica juíza Daniela de Freitas Marques;
     Orador – acadêmico juiz Cel PM Rúbio Paulino Coelho.

     Na ocasião, foram agraciados com o Colar Academia Mineira de Direito Militar e empossados, como acadêmicos efetivos, quatro ilustres autoridades:

     – o ministro Carlos Mário da Silva Velloso, que assumiu a cadeira de número 12, cujo patrono é Pedro Aleixo;

     – o ministro Adhemar Ferreira Maciel, que assumiu a cadeira de número 24, cujo patrono é Edson Neves;

     – a ministra Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha, vice-presidente do Superior Tribunal Militar (STM), que assumiu a cadeira de número 35, cujo patrono é Gustavo Capanema;

     – e o juiz Cel PM James Ferreira Santos, corregedor da Justiça Militar de Minas Gerais, que assumiu a cadeira de número 39, cujo patrono é João Pimenta da Veiga.

     Fizeram uso da palavra o ex-presidente da AMDM, acadêmico juiz Décio de Carvalho Mitre; o novo presidente da Academia, o acadêmico juiz Fernando José Armando Ribeiro, vice-presidente do TJMMG; e a ministra Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha, a qual falou em nome dos empossados.

     A mesa de honra foi assim composta: acadêmico juiz Décio de Carvalho Mitre, depois acadêmico juiz Fernando José Armando Ribeiro; ministro Carlos Mário da Silva Velloso; ministro Raymundo Nonato de Cerqueira Filho, presidente do STM; juiz Cel BM Osmar Duarte Marcelino, presidente do TJMMG; general-de-divisão Vicente Gonçalves de Magalhães, comandante da 4ª RM; ministra Maria Elizabeth G. Teixeira Rocha; ministro Adhemar Ferreira Maciel; Cel PM Luis Carlos Dias Martins, chefe do Gabinete Militar do Governador; desembargador José Antonino Baía Borges, 2º vice-presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

     A solenidade contou ainda com a presença de outras autoridades, dentre elas a desembargadora Kárin Liliane de Lima Emmerich e Mendonça, representando o presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, desembargador Henrique Nelson Calandra; juiz Orlando Eduardo Geraldi, presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo; juiz João Vanderlan Rodrigues Vieira, presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul; procurador de Justiça Luiz Carlos Abritta, presidente da Academia de Letras do Ministério Público de Minas Gerais; juiz Bruno Terra Dias, representando o presidente da Amagis, desembargador Herbert José Almeida Carneiro; Dr. Aristóteles Atheniense, presidente da Academia Mineira de Letras Jurídicas.

     No final, em comemoração ao evento, foi oferecido, aos presentes, um coquetel custeado com recursos próprios de membros da AMDM.

 

Posse AMDM02

 

Posse AMDM03

 

Posse AMDM04

 

ASCOM