TJMMG participa do lançamento “Vozes Poéticas de Minas”

16/06/2021 13h21 - Atualizado em 16/06/21 13h21

12de7gyegededd

O desembargador Tiago Pinto abriu a cerimônia de lançamento do Projeto Vozes Poéticas de Minas

(Foto: Cecília Pederzoli)

O presidente do Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais (TJMMG), desembargador Fernando Armando Ribeiro, e a juíza titular da 3ª AJME, Daniela de Freitas Marques, participaram nesta terça-feira (15/06) do lançamento do Projeto Vozes Poéticas de Minas, uma iniciativa do TJMG realizada pela Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef), em parceria com a Academia Mineira de Letras. O projeto tem o objetivo de divulgar, por meio de podcast, textos de poetas mineiros.

O 2º vice-presidente do TJMG e superintendente da Ejef, desembargador Tiago Pinto, abriu a cerimônia de lançamento. “O Projeto Vozes Poéticas de Minas consagra a parceria entre o TJMG, a Ejef e a Academia Mineira de Letras, e resgata um legado de autores que honraram a tradição literária do Estado. Conhecer e divulgar a trajetória desses poetas é um gesto de apreço pela história, pela memória e pela formação de novas gerações”, disse.

Para ele, o projeto prima pela ousadia de trazer e realocar em um espaço acadêmico toda a gama de escritores mineiros. “É um projeto tão importante e inovador que deveria ser adotado em todo país”, sugeriu o desembargador Tiago Pinto.

O presidente da Academia Mineira de Letras, Rogério Faria Tavares, destacou a estreita relação de vários poetas mineiros com a Justiça. Em seu discurso, ele homenageou alguns deles, como Ricardo Arnaldo Malheiros Fiúza, Bonifácio Andrada, Afonso Arinos e Fábio Doyle. “Destaco o patrono da Academia Mineira de Letras, o poeta Alphonsus de Guimaraens, que foi um grande jurista, exercendo as funções de promotor e magistrado”, disse o presidente da Academia Mineira de Letras.

Ele também afirmou que o projeto mostra a sensibilidade do Tribunal de Justiça de Minas Gerais com o mundo das artes, principalmente por meio do trabalho do desembargador Tiago Pinto à frente da Escola Judicial.

12whuwiuhuisdhs

O presidente da Academia Mineira de Letras, Rogério Faria Tavares, homenageou poetas mineiros ligados ao Direito (Foto: Cecília Pederzoli)

“Vozes Poéticas de Minas renova e reforça o compromisso de seus realizadores com a educação, cultura, história e com a memória. É motivo de alegria saber que o Judiciário do nosso Estado está comprometido com tais valores”, completou o presidente da Academia Mineira de Letras.

Inconfidência

A escritora Nélida Piñon, integrante da Academia Brasileira de Letras, ressaltou que o Judiciário mineiro e a Academia Mineira de Letras se enlaçam para cumprir um roteiro histórico: defender a poesia com o Projeto Vozes Poéticas de Minas. “O mineiro é poeta que pensa, que escreve e que vive. Portanto quero destacar a importante referência que Minas Gerais sempre teve em relação à língua portuguesa, desde a Inconfidência Mineira, que era um movimento revolucionário que se fez por meio da palavra e não por meio das armas”, disse a escritora Nélida Piñon.

Em sua primeira temporada, o Projeto Vozes Poéticas de Minas apresenta textos de oito poetas selecionados por curadores indicados pela Academia Mineira de Letras. Os poetas são os seguintes: Alphonsus de Guimaraens, Henriqueta Lisboa, Lina Tâmega Peixoto, Maria Lúcia Alvim, Laís Correa de Araújo, Abgar Renault, Carlos Drummond de Andrade e Adão Ventura.

2e3ygdeydeed

A escritora Nélida Piñon falou sobre a tradição poética de Minas Gerais (Foto: Cecília Pederzoli)

Participaram também da cerimônia de lançamento o 2º vice-presidente do TJMG, desembargador Tiago Pinto; o vice-corregedor-geral de Justiça de Minas Gerais, Edison Feital Leite; o presidente da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis), desembargador Alberto Diniz; o presidente da Academia Mineira de Letras, Rogério Faria Tavares; o defensor público Wilson Hallak, que representou o defensor-geral de Justiça de Minas Gerais, Gério do Patrocínio; e o coordenador da Central Tecnológica para Edições e Informações da Ejef, Antônio Leonardo Viana.

Também participaram do evento representantes da Academia Mineira de Letras nas cidades de Montes Claros, Ubá, Juiz de Fora e Conselheiro Lafaiete. A escritora Nélida Piñon participou do evento por meio de um vídeo enviado previamente.

A cerimônia de lançamento do Projeto Vozes de Minas ocorreu de forma remota no canal da Escola Judicial na plataforma YouTube e pode ser acessada por meio do endereço https://www.youtube.com/watch?v=A9o4cYHpe-s.

Os poemas podem ser ouvidos no endereço da Ejef na internet: http://ejef.tjmg.jus.br/vozes-poeticas-de-minas-poemas/.

Secom TJMMG/ com informações da Ascom TJMG