Campeonato de Sustentabilidade do TJMMG premia servidores

15/01/2024 17h58 - Atualizado em 15/01/24 17h58

A Comissão Gestora do Plano de Logística Sustentável (CGPLS) está premiando os vencedores do 1º Campeonato de Sustentabilidade, competição que o Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais (TJMMG) promoveu desde setembro de 2023 com o objetivo de engajar magistrados, servidores e colaboradores com a prática da sustentabilidade de forma lúdica. O campeonato foi composto por quatro jogos – Jogo do Descarte Seletivo, Verificação das Lixeiras, Coleta de Lacres Solidários e Contratação de Energia Solar.

Considerando os quatro jogos, os vencedores individuais gerais foram Jane Mara Camargo dos Santos (1º lugar), Leonardo Nunes dos Santos (2º lugar) – ambos da 2ª Auditoria da Justiça Militar Estadual (2ª AJME) – e Michelly Fernandes de Melo (3º lugar), do Escritório de Projetos, respectivamente. A equipe vencedora foi a 2ª AJME. Dentre os prêmios, divulgados junto com os vencedores no mês de dezembro de 2023, estão ingressos VIP para cinema.

O desembargador Fernando José Armando Ribeiro, presidente da CGPLS, destaca a importância do campeonato como uma oportunidade educativa e prática para os servidores. “A realização de um campeonato sobre sustentabilidade em nossa instituição é uma iniciativa relevante que vai muito além do mero aspecto competitivo, apresentando-se como uma oportunidade educativa e conscientizadora. Este tipo de evento não apenas promove a conscientização sobre questões ambientais e sociais, mas também estimula a criatividade e a busca por soluções inovadoras. Além disso, ao integrar a temática da sustentabilidade em um ambiente competitivo, proporciona uma abordagem prática e envolvente, incentivando o maior conhecimento das diretrizes que balizam os trabalhos de nossa Comissão”, detalha.

“O objetivo era desenvolver nos servidores uma consciência sustentável, com envolvimento de todos. Os jogos são uma forma de criar interesse nas pessoas e incentivá-las a mudar seus hábitos”, complementa o servidor Cláudio Márcio Soares de Figueiredo. Cláudio, que até este mês de janeiro atuou na Ouvidoria do TJMMG e integrou a CGPLS, foi o responsável por idealizar os jogos e criar as respectivas regras do Campeonato de Sustentabilidade, sua última ação na Justiça Militar antes da aposentadoria, e ele espera a continuidade do campeonato em 2024.

Campeões – Jane Mara, grande vencedora do Campeonato, ressalta a importância da sustentabilidade para as próximas gerações. “Eu participei com muita boa vontade, com muita alegria e fiquei muito feliz de ter sido a campeã. Acho que é muito importante a gente dar atenção a assuntos como a sustentabilidade e pensarmos em usar bem os recursos que temos hoje em dia, de forma racional, para que as nossas gerações futuras tenham acesso a eles também, porque os recursos são escassos”, ressalta.

Leonardo também expressa seu entusiasmo pela competição, que vai além do tema sustentabilidade. “Eu me considero um pouco competitivo, então esse sentimento foi despertado assim que li sobre o Campeonato de Sustentabilidade. Quando li as regras e o objetivo me chamou ainda mais a atenção, pois além da sustentabilidade tem o viés da acessibilidade. Sabemos que há ONGs que trocam anéis de latinha por cadeiras de rodas para pessoas carentes, e isso serviu para meu maior empenho e dedicação para procurar lugares e pessoas que pudessem se sensibilizar. Adorei a iniciativa da Comissão e de todos do Tribunal, foi muito bom participar”, comemora.

Michelly diz que já mantinha hábitos sustentáveis, e levou suas práticas cotidianas para a disputa. “Eu achei a ideia do campeonato incrível e inovadora! Além disso, tento colocar em ação as práticas sustentáveis que estão ao meu alcance. Já tinha o hábito de guardar os lacres das latinhas para doação e isso ajudou na minha colocação no campeonato”, diz, com entusiasmo.

 

Texto: Ana Luísa Ribeiro
Edição: Esperança Barros
Ascom/TJMMG