Curso sobre a adoção da Linguagem Simples no judiciário está com inscrições abertas

24/01/2024 15h04 - Atualizado em 24/01/24 15h08

Estão abertas as inscrições para o curso “Adoção da Linguagem Simples no Judiciário”, destinado a servidores e magistrados da Justiça Militar de Minas Gerais. O evento ocorrerá no auditório do Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais (TJMMG) entre os dias 29 de janeiro a 2 de fevereiro, das 9h às 12h. Com carga horária de 15 horas, o evento busca compreender e obter as ferramentas para adoção da Linguagem Simples de acordo com as diretrizes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O curso será ministrado pelo professor Thiago Brazileiro Vilar Hermont, doutorando em Direito e mestre em Linguística Aplicada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente ele está vinculado ao Observatório para a Qualidade da Lei e ao Laboratório de Legislação e Políticas Públicas (LegisLab), ambos do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFMG, e investiga as interconexões entre o Direito e a Linguística, no campo da tradução e da simplificação da linguagem jurídica, tomando como base os preceitos da Legística Formal e Material, assim como a fundamentação da Linguística Sistêmico-Funcional.

A capacitação dos servidores da JME se alinha ao Pacto Nacional do Judiciário pela Linguagem Simples, proposto pelo CNJ, que consiste na adoção de ações, iniciativas e projetos a serem desenvolvidos em todos os segmentos da Justiça e em todos os graus de jurisdição, com o objetivo de adotar linguagem simples, direta e compreensível a todos os cidadãos na produção das decisões judiciais e na comunicação geral com a sociedade.

As vagas são limitadas, exclusivas ao público interno, e as inscrições podem ser feitas pelo Sympla, em link enviado por Spark até o dia 25 deste mês. Detalhes adicionais podem ser obtidos diretamente com a Escola Judicial Militar (EJM), realizadora do curso.

Texto: Ana Luísa Ribeiro
Edição: Esperança Barros
Ascom/TJMMG