Escola Judicial Militar oferta treinamento para plataforma eproc a servidores iniciantes e iniciados no sistema

19/01/2023 16h58 - Atualizado em 19/01/23 16h58

O Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais, por meio da Escola Judicial Militar (EJM/TJMMG), realizará, nos dias 25 e 26 de janeiro, um treinamento gratuito para uso da plataforma eproc, voltado a servidores e colaboradores da primeira instância e demais interessados. A capacitação será ministrada no formato on-line ao vivo pelo servidor da corregedoria Thiago Duarte Pereira, através da plataforma Zoom Meetings.

O treinamento atende a uma demanda dos gestores da primeira instância, uma vez que a plataforma passou por alterações recentes, e estão sendo ofertadas duas turmas com grade de conteúdo de acordo com o grau de conhecimento.

A Turma I é destinada aos iniciantes no sistema, como novos servidores e colaboradores lotados nas auditorias e demais servidores que tenham interesse. O treinamento para esse grupo, com carga horária total de 3h, está agendado para o dia 25, quarta-feira, das 9h às 12h.

Para esse público-alvo será feito um nivelamento de conceitos estabelecidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) quanto a tabelas e metas, serão apresentados conceitos gerais do sistema eproc e sobre processo judiciário eletrônico (localização e acesso aos processos; informações básicas de cadastro; partes e representantes; dados criminais, etc.). Também serão abordados pontos referentes à tramitação processual e personalização do sistema.

Já a Turma II é voltada à reciclagem de servidores que lidam rotineiramente com o eproc (assessores da primeira instância, servidores que trabalham em gabinetes, gerentes de Secretaria e servidores que substituem os gerentes). Nesse caso, a carga horária total é de 2h, a ocorrer no dia 26, quinta-feira, das 9h30 às 11h30.

Para a Turma II serão apresentados os novos recursos habilitados e fornecidas orientações sobre como habilitar preferências em movimentações, intimações e relatórios. Serão detalhados aspectos dos relatórios avançados para controle processual e de produtividade, bem como dos relatórios para acompanhamento do CNJ, e os servidores serão capacitados ainda a fazer movimentação em bloco de eventos, audiências, citação e intimação, e também a fazer a personalização do sistema.

Inscrições: AQUI

Texto: Secom/TJMMG