Gestores refletem sobre como pensamento estratégico otimiza gestão do tempo

05/12/2023 15h56 - Atualizado em 05/12/23 15h56

O Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais (TJMMG) promoveu, no último dia 1° de dezembro, o terceiro encontro do programa “Tornar-se Gestor”, que tem por objetivo desenvolver, nos gestores da Justiça Militar de Minas Gerais, competências gerenciais que os instrumentalizem para enfrentar desafios na condução de suas equipes. Dessa vez o encontro teve como tema “Pensando estrategicamente: perca minutos hoje, poupe horas amanhã”.

O professor Marcos Paulo Corrêa, doutorando em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e mestre em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro, conduziu as reflexões deste terceiro encontro. Ele já havia ministrado o segundo evento do “Tornar-se Gestor” no mês de setembro, com a oficina “Delegando tarefas: a arte de descentralizar e confiar”.

Agora, o professor abordou algumas estratégias para elaboração de planos de ação e para a realização de reuniões assertivas, capazes de mobilizar as equipes em torno desses planos. Demonstrou, assim, como o pensamento estratégico, longe de ser um dispêndio de tempo, é uma forma de otimizá-lo, ao trazer mais celeridade e objetividade para o trabalho das equipes.

Programa – O programa “Tornar-se Gestor” é uma iniciativa da seção de Desenvolvimento de Pessoas da diretoria executiva de Recursos Humanos do TJMMG e tem apoio da Escola Judicial Militar (EJM). Foi criado a partir o levantamento das competências comportamentais que precisam ser desenvolvidas pelos próprios gestores para o incremento de seu desempenho e de seus relacionamentos no trabalho.

Entre os principais desafios identificados, estão o planejamento das ações a serem desenvolvidas pela unidade, a organização dos processos e fluxos de trabalho e o cumprimento de metas e prazos. A falta de tempo é o fator mais apontado como dificultador dessa gestão estratégica.

O primeiro encontro do programa foi em abril deste ano, com o tema “Abrindo espaço para fazer gestão: ferramentas para otimizar o tempo”. Em setembro foi a vez de “Delegando tarefas: a arte de descentralizar e confiar”.

 

Texto: Esperança Barros (Ascom/TJMMG), com colaboração de Cynthia Chiari (DRH/TJMMG)