Janeiro Branco promove saúde mental no TJMMG

09/01/2024 17h15 - Atualizado em 10/01/24 10h16

O Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais (TJMMG) adere, pelo segundo ano consecutivo, à campanha Janeiro Branco, que alerta sobre a importância para os cuidados com a saúde mental e emocional, visando prevenir doenças decorrentes do estresse, como ansiedade, depressão e pânico. E os números justificam a iniciativa: segundo índices de um levantamento nacional divulgado pela Covitel 2023 (Inquérito Telefônico de Fatores de Risco para Doenças Crônicas Não Transmissíveis em Tempos de Pandemia), 26,8% dos brasileiros receberam diagnóstico médico de ansiedade, sendo a faixa etária de 18 a 24 anos a mais afetada, representando um terço desse total. Além disso, 12,7% relatam já terem recebido diagnóstico médico para depressão.

A campanha Janeiro Branco, que já era feita pela sociedade civil organizada, foi abraçada como política pública e sancionada pela Lei Federal nº 14.556/2023. Ela prevê, sempre em janeiro, a realização de campanhas nacionais de conscientização da população sobre a saúde mental, abordando a promoção de hábitos e ambientes saudáveis, e a prevenção de doenças psiquiátricas, com enfoque especial à prevenção da dependência química e do suicídio.

No âmbito do TJMMG, a adesão à campanha é uma iniciativa da Comissão Gestora do Plano de Logística Sustentável (CGPLS) e do Comitê Gestor Local de Atenção Integral à Saúde de Magistrados e Servidores da Justiça Militar de Minas Gerais. Ao longo de todo o mês, mensagens acerca dos cuidados com a saúde mental serão disponibilizados pela Assessoria de Comunicação Institucional (Ascom) aos  servidores pelos canais internos de comunicação do Tribunal.

 

Texto: Ana Luísa Ribeiro, com informações de Covitel
Edição: Esperança Barros

Arte e design: Gustavo Cândido
Ascom/TJMMG