Março Azul: TJMMG adere à campanha de prevenção ao câncer de intestino

01/03/2023 17h07 - Atualizado em 01/03/23 17h07

O câncer de intestino é o terceiro tipo de câncer mais comum no Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), que estima o surgimento de 41 mil novos casos por ano no país. Para enfrentar e reverter esse cenário é preciso alertar a população e, com esse objetivo, a Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP) e Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) uniram esforços para levar essa mensagem aos brasileiros, lançando juntas a campanha Março Azul 2023, que foi abraçada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com adesão de diversos tribunais brasileiros, entre eles o Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais (TJMMG).

A ação busca conscientizar toda a população – em especial profissionais da saúde e gestores públicos – sobre os riscos relacionados ao câncer de intestino e a necessidade de se facilitar o acesso ao seu diagnóstico e ao tratamento precoce. E os números justificam isso: o Inca registrou 20.245 óbitos por câncer de intestino em 2020, o que representa 9,56 mortes a cada 100 mil pessoas. Contudo esses números podem ser evitados, já que a prevenção requer exames simples e há uma alta probabilidade de cura quando a doença é diagnosticada precocemente.

Ao aderir ao Março Azul o TJMMG, por meio da Comissão Gestora do Plano de Logística Sustentável, irá divulgar para seus servidores e colaboradores como prevenir e tratar essa doença, levando informação ao seu público interno e jurisdicionados.

Texto: Edição Secom/TJMMG a partir de textos dos portais marcoazul.org.br e gov.br.