TJMMG organiza cerca de 7 mil processos físicos referentes ao período de 2011 a 2014

16/01/2024 17h24 - Atualizado em 30/01/24 14h27

Cerca de 7 mil processos de numeração única, distribuídos entre os anos de 2011 e 2014, foram organizados e ordenados durante o recesso forense pela equipe de Gestão Documental do Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais (TJMMG). O trabalho, iniciado em 18 de dezembro de 2023 e concluído no último dia 12 de janeiro, é desenvolvido sempre durante o recesso e segue a ordem cronológica dos processos arquivados.

Tanto os processos criminais quanto os cíveis foram colocados em ordem cronológica e rearmazenados em caixas. Uma equipe de 15 colaboradores da Gestão Documental se dedicou ao trabalho com acompanhamento de um arquivista, que aplicou conhecimentos técnicos inerentes ao processo de organização e ordenamento da documentação.

Eliminação – Em especial para os processos cíveis, o trabalho desenvolvido facilitará a elaboração dos futuros editais de eliminação, visto que esses documentos têm temporalidade menor que os processos criminais e menos casos de guarda permanente. A última eliminação, referente ao Edital n. 8 de Ciência de Eliminação de Documentos, publicado no Diário da Justiça Militar Eletrônico (DJe), de 24 de julho de 2023, analisou 179 processos.

Desses documentos previstos em edital e analisados pela Comissão Permanente de Avaliação Documental – CPAD, presidida pelo desembargador James Ferreira Santos, foram selecionados 12 considerados de valor histórico e eliminados um total de 123 processos, nenhum dos quais com solicitação para guarda particular. O procedimento resultou na eliminação de mais de 55,7 mil folhas, o que equivale a 278,6 Kg de papel.

Texto: Esperança Barros, com informações da Gestão Documental
Ascom/TJMMG